DICAS DE BRINCADEIRAS PARA OS PAIS E SEUS RECÉM-NASCIDOS

fixo

Os recém-nascidos passam por uma fase de desenvolvimento muito rápida, estimulando seus lados físicos, emocionais e cognitivos. Em pouco tempo eles começam a dar os primeiros passos, a falar e seu crescimento não para mais. Uma forma dos pais estarem presentes nesses momentos é dedicar um tempo, por menor que seja, a brincar com eles. Isso ajuda não somente no relacionamento pais-filhos, mostrando a proximidade e a importância que os pais dão aos filhos nesse momento, como também na evolução das crianças. Cute little boy with cubes toy

Para esse momento descontraído não precisa de muito tempo, os pais podem aproveitar o intervalo entre uma atividade e outra; a ideia é ajudar o desenvolvimento dos filhos, despertar sua curiosidade para novas brincadeiras, instigar a criatividade, memória e outras áreas motoras, sensoriais, etc. Exemplos como:

                Andar com seu bebê pela casa, mostrando os cômodos, os móveis, instigando sua memória;

                Mostrar e diferenciar objetos com formas geométricas, deixando os bebês tocarem nos objetos, estimulando os sentidos. Mas lembre-se, nada que seja pontiagudo ou cortante;

                Conversar com o recém-nascido, isso ajuda ao reconhecimento da voz. Uma opção interessante também é cantar para o bebê. Ajuda a relaxar, a entreter o bebê, prendendo sua atenção;

                Balanças um molho de chaves perto dele e passar a chave de um lado a outro, para que ele acompanhe;

                Deixar que ele segure firme seu dedo e puxar devagarinho para ele fazer força com a mãozinha; estimulando seus músculos.

Créditos da foto: Thinkstock/Getty Images

 

Alimentação saudável na infância e adolescência é tema de artigo da SBP

Padrão

A sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) divulgou, no último dia 28 de junho, o artigo ”Alimentação saudável na infância e adolescência”. O intuito é alertar pais e pediatras sobre essa questão tão comum e importante no cotidiano das famílias brasileiras. Para ler o artigo, basta acessar: http://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/ARTIGO_ALIMENTACAO_SAUDAVEL_NA_INFANCIA_E_ADOLESCENCIA_DC_nutro_e_AM.pdf

 

Créditos da foto: Reprodução/Internet

FILMES PARA ASSISTIR COM OS FILHOS

Padrão

As férias estão chegando, e nesse período as crianças passam um tempo maior em casa. Pensando nisso, listamos alguns filmes infantis para você assistir com o seu filho, aproveitando para passar um tempo a mais com ele.

pais-dialogo-filhos-600x400

·         Divertida Mente

Considerado um dos filmes mais criativos dos últimos tempos, o filme retrata as aventuras de 5 personagens que vivem na cabeça de uma menina de 11 anos, ajudando a entender as emoções na fase de transição da infância para adolescência, tudo exibido de forma divertida e cuidadosa.

·         Meu Malvado Favorito

A trilogia mostra as aventuras do vilão Gru e as irmãs Agnes, Edith e Margo. Ainda mostra os minions – personagens amarelos que ficaram famosos.

·         Os Incríveis

Uma família de super-heróis que enfrentam as forças do mal. Um filme divertido e leve, ótimo para reunir os filhos e assistir.

·         A Era do Gelo

A saga de filmes com animais pré-históricos lutando contra diversos problemas, desde inimigos até ameaça do aquecimento global.

·         Shrek

Os filmes do ogro mais querido dos cinemas mostram a sua história, junto de seus amigos nos reinos, enfrentando maldições e perigos em busca do seu verdadeiro amor, embarcando em aventuras engraçadas ao longo de três filmes.

·         Toy Story

A saga que conta a história da vida de vários brinquedos em uma casa. Uma boa dica para assistir com os filhos, além de ensinar valores como amizade e honestidade.

Foto: Reprodução

 

SAIBA COMO EVITAR ASSADURAS NO SEU BEBÊ

Padrão

As assaduras são irritações nas peles dos bebês, principalmente nas regiões das coxas, bumbum e abdômen, que ficam em contato direto com as fraldas. A pele do bebê fica logo avermelhada, causando seu desconforto. Aqui vão algumas dicas para evitar essas assaduras. newborn-1399193_1920
1. Deixar o bebê sem fralda por alguns momentos:
Ajuda a pele a ficar sequinha, respirando sem o impedimento da fralda. Deixando algumas vezes ao dia pode evitar assaduras.
2. Trocar a fralda
Sempre que houver necessidade, troque a fralda do bebê, e nesse momento você faz o indicado no item 1, deixa livre por alguns minutos.
3. Evitar umidade
Utilizar roupas molhadas ou úmidas pode causar as assaduras, em especial após um banho em piscina. Deixe seu bebê sempre com roupas secas.
4. Passar pomada
É recomendada em casos de início de assadura, ao perceber os primeiros sinais de vermelhidão na pele. Pomadas à base de zinco, com vitamina A e óleo de amêndoas são indicadas.
5. Evitar alimentos ácidos
Caso o seu bebê se alimente com frequência de comidas muito ácidas procure diminuir, elas aumentam as chances de assaduras.

Créditos da foto: Reprodução/Pinterest

DICAS DE COMO EMAGRECER SAUDAVELMENTE APÓS A GRAVIDEZ

Padrão

Muitas mães sofrem com a preocupação de voltar ao seu peso de antes da gravidez. Isso é possível, contanto que faça tudo saudavelmente, não pondo em risco sua saúde e consequentemente a do bebê. Separamos algumas dicas que ajudam no emagrecimento pós-parto. emagrecimento.png

1: Amamentação:

É recomendado que o bebê amamente apenas no peito pelo menos até seis meses, e isso ajuda também na saúde da mãe. De acordo com os médicos, a amamentação faz a mulher queimar, em média, 750 calorias por dia. Outro fator positivo é a liberação de ocitocina. Esse hormônio estimula a contração do útero.

2: Hidratação:

Beber bastante água ajuda no emagrecimento. Isso porque aumenta a produção de leite, reduz o inchaço e estimula o funcionamento dos rins, que vão eliminando os líquidos retidos no corpo. O indicado é tomar cerca de 2 litros ao dia, de água, não outros líquidos.

3: Boa alimentação:

Além de ajudar a manter a boa forma, comer alimentos saudáveis ajuda, também, na produção de leite. É recomendado a ingestão diária de 300 calorias extras, no máximo. Evitar frituras, doces, refrigerantes e comidas gordurosas. Outro fator é ter uma rotina para alimentar-se. É difícil manter depois que têm bebê para cuidar, mas procure, pelo menos, fazer as refeições principais do dia – café da manhã, almoço e jantar –, assim você não sente muita fome, evitando comer alimentos não saudáveis.

4: Exercício:

Nesse caso, há uma diferença entre as mães de parto normal e cesárea. O tempo indicado às mães de um parto normal é de cinco dias a três semanas para voltar a se exercitar. Para quem foi de cesárea, o repouso é maior: no mínimo quatro a seis semanas. Após esses períodos, voltar aos poucos. Uma dica é fazer caminhada com os bebês. Todavia, para cesárea, não pode fazer esforço abdominal durante três meses, é recomendado atividades na piscina, como hidroginástica.

Créditos da foto: iStock

VITAMINA D DIMINUI RISCOS DE ABORTO ESPONTÂNEO, APONTA ESTUDO

Padrão

A suplementação da vitamina D é indicada a todo mundo, principalmente às gestantes. Isso se dá porque durante a gravidez existem riscos de aborto espontâneo ou pré-eclâmpsia, derivados da falta de circulação no feto, e com uma boa dosagem de vitamina D no organismo isso pode ser evitado. untitled

Um estudo realizado pelos Cientistas da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, fez testes para descobrir a funcionalidade da vitamina no organismo durante a gravidez. Eles descobriram que o uso pode melhorar o fluxo sanguíneo do feto e reordenava as funções imunológicas das células, fazendo com que o corpo da mãe não rejeite o filho ao combater possíveis doenças infecciosas. A suplementação é válida também para as fumantes, que durante a gravidez, sofrem com problemas nos tubos sanguíneos na placenta.

No entanto, há uma deficiência de vitamina D em boa parte da população brasileira, pela pouca absorção dos raios solares por meio da pele. É recomendado uma exposição de 30 minutos ao sol, antes das 10h ou depois das 16h, evitando também riscos de câncer de pele. Outra solução é a suplementação oral. Para as gravidas, é recomendado que os níveis estejam de 30 a 60 ng/ml.

Créditos da foto: (Reprodução/Think Stock/ Getty Images)

DICAS PARA ALIVIAR AS CÓLICAS NOS BEBÊS

Padrão

Todo pai ou mãe de recém-nascido passa pela preocupação com as cólicas dos bebês. Tudo começa com o choro, que é diferenciado. Quando os bebês estão sentindo cólicas o seu choro é mais agudo, demonstrando seu desconforto. Apesar de ser um momento de dor para o recém-nascido, é um ciclo natural, significa que seu corpo está se desenvolvendo. É uma forma do bebê digerir o leite materno e lidar com gases, enquanto sua flora intestinal não se forma completamente.

No entanto, existem métodos que os pais podem utilizar para aliviar as dores intestinais de seus bebês. Antes de tudo, é preciso dar carinho, tentar deixar o bebê o mais confortável possível para que ele possa soltar gases, como deitar o bebê de bruços e segurá-lo nos braços. Usar bolsas térmicas é uma boa solução, contudo, é necessário ter um cuidado para não esquentar muito a água e não colocar diretamente na pele do bebê, pois são extremamente sensíveis. Fazer movimentos circulares em sentido horário no abdômen. As mães evitem amamentar na hora da cólica, pois ao sugar o leite vai estimular as contrações. bebe

Outras ajudas também são para fazer massagens nas pernas do bebê, melhorando a circulação sanguínea e que pode ajudá-lo a eliminar gases. Deite o bebê de costas e flexione as suas perninhas sobre o abdômen. Existem remédios que podem ajudar nas contrações intestinais, todavia, só utilize com prescrição de um pediatra.

Crédito da foto: Colic Guru

Você já ouviu falar do Caremap?

Padrão

Boston Childrens Hospital Caremap

Idealizado pela Universidade Duke juntamente com o Hospital da Criança de Boston, esse aplicativo possui uma grande diferença quanto aos seus similares, Carekit e ResearchKit.
Disponível gratuitamente na App Store, para aparelhos com o iOS 9.3 ou superior, essa ferramenta é destinada a crianças que precisam de atenção diária. Indicado aos pais ou cuidadores da criança, inicialmente é necessário cadastrar um perfil do usuário contento suas informações necessárias como doenças, alergias, medicamentos, dicas, procedimentos médicos (cirurgias, hospitalização) e mais.
O aplicativo salva todas essas informações no aparelho. Segundo David Y. Ming, assessor Clínico do App, ele funciona como um organizador de dados clínicos relevantes da criança e destaca os objetivos gerais do tratamento. No panorama diário, há algumas informações que você pode coletar como: dores, humor, sono, exercício, nutrição, peso, convulsões, etc. Depois de ter preenchido todos os itens necessários, o coração que lhe mostra as atividades diárias ficará cheio, indicando que todas as tarefas de coleta de dados para aquele dia foram feitas — esse passo funciona como uma checklist, para você não se esquecer de verificar nada em relação à saúde do seu pequeno.
No momento nesse aplicativo só está disponível para cadastro de uma única criança. Mas, posteriormente os desenvolvedores trarão atualização par aumentar essa opção. Com isso, já facilita bastante para que os pais, responsáveis ou próprio usuário não precisem andar com consultas médicas e relatórios em mãos. Aproveite essa experiência!
*Com informações do Portal MacMagazine

Desfralde do bebê: Qual o tempo e a melhor maneira de fazer esse procedimento?

Padrão

bebe-de-fralda

Quando o bebê está crescendo e ganhando autonomia, o desfralde é o momento mais crucial para os pais. A “hora de largar a fralda” é o começo de uma série de ações que animam e preocupam os pais ao mesmo tempo. De acordo com os Pediatras, realizar esse processo no verão é o melhor momento porque a criança está usando menos roupas. Além disso, por causa do calor a criança perde muito liquido pela transpiração. Quando o bebê está crescendo e ganhando autonomia, o desfralde é o momento mais crucial para os pais. A “hora de largar a fralda” é o começo de uma série de ações que animam e preocupam os pais ao mesmo tempo. De acordo com os Pediatras, realizar esse processo no verão é o melhor momento porque a criança está usando menos roupas. Além disso, por causa do calor a criança perde muito liquido pela transpiração. Se você é mãe ou pai de primeira viagem, tenha paciência! Essa não é uma tarefa simples. Mas um pouco de carinho e compreensão é necessário. Você primeiro deve observar se seu filho está preparado para este momento. Como esse período é relativo, os pais ou responsáveis devem atentar-se aos sinais de prontidão. Esses sintomas podem ser físicos, cognitivos ou comportamentais.  Andar com firmeza é um sinal físico fundamental. Observar se a criança se incomoda quando está molhada de xixi ou suja de cocô também é outro ponto a ser considerado. Outros sinais é observar se o bebe demonstra interesse em usar calcinhas ou cuequinhas e se ele demonstra interesse quando os pais estão no banheiro. As crianças não se adaptam a mudanças repentinas. Portanto evite realizar o desfraldamento em prática com outras grandes mudanças como: mudar de casa, viajar, dentre outras possibilidades. Veja aqui outras dicas para ajudar nessa etapa:

1. A partir dos dois anos de idade, a criança pode ser estimulada a deixar as fraldas. Nessa idade a criança já tem condições de segurar a vontade e controlar os músculos e nervos do ânus e da uretra.

2. Como já foi dito, a melhor fase para fazer a transição é no verão, porque as crianças usam menos roupas, transpiram mais e diminuem o xixi.

3. É interessante observar pela manhã se a crianças acorda na maioria das vezes com a fralda toda seca. Quando isso acontece por noites seguidas está na hora de arriscar. Se a criança voltar a fazer xixi durante a noite pode voltar às fraldas e dê um tempo. E não ofereça líquidos antes de dormir.

4. É importante acordar e informar na escola sobre essa nova etapa na vida da criança. Esse diálogo é fundamental para o bom andamento da situação. Na creche a retirada da fralda é mais fácil porque a criança se espelha em outra, querendo igualar-se aos colegas. Converse coma professora!

5. Não recrimine nem demonstre frustração quando o xixi ou coco escapulir. A criança precisa de estímulos para a próxima vez. Quando ela acertar comemorações e elogios são muito bem-vindos!

6. Para facilitar essa transição, o Portal bebe.com.br elaborou um passo a passo que pode ser seguido antes do início desse processo:

1ª semana

Leve o pequeno ao banheiro a cada duas horas para fazer xixi. No caso do cocô, respeite os horários de costume. Espere sempre ao lado dele, sem apressá-lo, até que finalize a tarefa. Limpe-o e vista a cueca ou calcinha. Vale cantar parabéns e festejar as primeiras vezes do xixi e do cocô no peniquinho.

2ª semana

Continue levando a criança para fazer xixi e cocô, mas deixe-a sozinha no banheiro. Peça que chame quando tiver terminado. Recaídas são esperadas, jamais dê bronca. Em vez disso, diga coisas como: “Você fez xixi na calça, mas não tem problema. Dá próxima vez conseguirá chegar a tempo ao banheiro”.

3ª semana

Deixe a decisão de ir ao banheiro por conta da criança, mas pergunte se ela não está com vontade pelo menos umas quatro vezes ao dia. Atenção: quem limpa o pequeno são os pais, mas mostre a ele como se faz. Nunca se esqueça de apertar a descarga e lavar as mãos (as suas e as da criança) depois de usar o banheiro. A criança aprende com o exemplo.4ª semanaAgora não pergunte nem ofereça. Deixe que a criança vá ao banheiro por conta própria. Tenha paciência nessa hora.

Dicas para as crianças se divertirem na própria cidade

Padrão
4270670

Espaço Cultural UNIFOR

 

O período do recesso escolar está se aproximando. Infelizmente alguns pais não conseguem conciliar sua folga do trabalho neste período. Por isso, fica complicado fazer uma viagem longa com a família. Mas, nesse mês é possível programar várias atividades para as crianças fazerem em sua residência e marcar programas por diversos locais da sua cidade. Seja ao ar livre em parques ou ir ao shopping para brincar, e vale até conferir as novidades dos filmes em cartaz no cinema. O que as crianças querem é aproveitar! Uma boa alternativa também é procurar Colônias de Férias oferecidas em diversos locais de Fortaleza. O que não falta são atrações neste mês de Julho. Fuja das tecnologias e prepare uma programação bem diversificada para os pequenos. Veja a lista a seguir:O período do recesso escolar está se aproximando. Infelizmente alguns pais não conseguem conciliar sua folga do trabalho neste período. Por isso, fica complicado fazer uma viagem longa com a família. Mas, nesse mês é possível programar várias atividades para as crianças fazerem em sua residência e marcar programas por diversos locais da sua cidade. Seja ao ar livre em parques ou ir ao shopping para brincar, e vale até conferir as novidades dos filmes em cartaz no cinema. O que as crianças querem é aproveitar! Uma boa alternativa também é procurar Colônias de Férias oferecidas em diversos locais de Fortaleza. O que não falta são atrações neste mês de Julho. Fuja das tecnologias e prepare uma programação bem diversificada para os pequenos. Veja a lista a seguir:

1. Apresente os Museus e Espaços Culturais – em Fortaleza temos diversos espaços culturais: Museu do Ceará, Museu do Automóvel, Teatro José de Alencar, Museu da Fotografia, Espaço Cultural Unifor, Caixa Cultural, dentre outros. Durante o ano esses locais tem uma programação recheada de atividades, e, na maioria das vezes, as visitas são guiadas. Esse é um bom momento para apresentar a historia da cidade e as diversas formas de arte existente. Um bom momento de lazer e cultura para os pequenos.

2. Leve as crianças ao clube – Mesmo que você não seja sócio de nenhum local, há algumas opções de lazer que podem ser adquiridas na forma de diária. Nesses locais as piscinas infantis são dominadas pelas crianças e seus brinquedos. Além disso, o que não falta são espaços para jogar futebol e outras modalidades esportivas! Domingo é um ótimo dia para o Clube.

3. Visite os parques ou algum lugar verde – Leve seu filho para um passeio ao ar livre! Temos alguns parques no Estado, com trilhas e cachoeiras. Aproveite também este momento para montar brincadeiras no parque e andar de bicicleta. Mas, procure um local adequado e sem muito transito. Outra boa pedida no parque são os piqueniques!

4. Leve as crianças ao Zoológico! – No Zoológico Municipal Sargento Prata tem 140 animais de 40 espécies, com animais de maioria da fauna brasileira. O local está aberto a visitação de 9 às 16 horas. É uma ótima experiência para passeios em família! Além dessa opção, a cidade dispõe do Ecopoint, um Parque Ecológico privativo no Jóquei Clube, com diversas atividades e atrações artísticas.

5. Sessão cozinha das crianças – Essa é uma ótima opção recomendada pelos profissionais, pois além da criança se sentir fazendo parte da experiência, aproveita para provar novos sabores e integrá-los ao seu cardápio. Busque receitas voltadas para crianças. Assista vídeos e pegue receitas na internet. Elas irão adorar participar desse momento. A dica é para meninas e meninos também!

6. Leve as crianças para visitar os parentes – é importante que a criança tenha contato com outras pessoas da família. Avôs, avós, tios, tias, primos, irão adorar a visita e poderá resultar em brincadeiras e passeios incríveis.

7. Receba os coleguinhas ou familiares pequeninos em casa –  crianças adoram passar um período longo com outra criança. É bom para o desenvolvimento e estabelecimento de vínculos afetivos. Mas é necessário estabelecer regras para as brincadeiras e tempos específicos para as coisas. Os especialistas advertem que televisão, vídeos e jogos eletrônicos não podem ultrapassar três horas do dia.

8. Incentive a leitura, mesmo nas férias – Esse momento é de suma importância. Apesar de estar de recesso escolar, a criança está em constante desenvolvimento. Então, tudo é aprendizado. O hábito da leitura é importante, pois aumenta o vocabulário, auxilia na concentração, além de realizar diversos benefícios. Aproveite esse momento de lazer para visitar as livrarias e conferir as novidades infantis.