50 anos dedicados à Pediatria

Padrão

Conheça a história do Dr. Ary Melo, que conta ao COOPED em Pauta sua trajetória cinqüentenária na Medicina do Ceará

Imagem

Dr. Ary Melo é dono de um caminho de abnegação a favor de um sonho: ser pediatra. Nascido em 1939, na pequena cidade de Beneditinos, no interior do Piauí, iniciou seus estudos escolares em Teresina e veio para Fortaleza cursar a Faculdade de Medicina, concluída em 1964. Hoje, médico há 50 anos, Dr. Ary Melo coleciona conquistas profissionais, pessoais e cédulas – é responsável por uma das maiores coleções de cédulas do país.

O início

Nasci em 1939 em Beneditinos, no estado do Piauí. Com 5 anos fui morar em Teresina, onde cursei 1º e 2º graus. Não sei precisamente quando, mas desde a infância sempre falava que seria médico, mesmo não tendo ninguém na família exercendo esta profissão.  Senti-me médico, vocacionado. Ao terminar o 2º grau, toda a minha família mudou-se para Fortaleza, pois no Piauí, em 1958, época da mudança, não havia Faculdade de Medicina.

Formação médica

Fiz o curso de Medicina na Universidade Federal do Ceará no período de 1959 a 1964. Ao me graduar, consegui uma bolsa da CAPES para fazer Residência Médica em Pediatria (1965/1966) no Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira da antiga Universidade do Brasil – hoje Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Durante quase todo o curso médico, ainda tinha dúvidas quanto à especialidade que faria, mas, por ocasião do meu internato (1964) decidi, finalmente. Ao estagiar na clínica pediátrica – no Hospital Infantil Olga Monte Barroso – vendo as carências e sofrimentos de tantas crianças enfermas, tomei acertada decisão.

Ser Pediatra

Ser pediatra é, antes de tudo, um sacerdócio. Na maioria dos casos, não se tem hora para descanso, vive-se com dedicação exclusiva e plantões extenuantes na procura por minimizar esta chaga que é o descaso das autoridades públicas com o paciente pediátrico. Os desafios são inúmeros pela falta de estruturas e equipamentos adequados em quase todos os hospitais e demais postos de atendimento à infância, além da remuneração ridícula. Mas sou muito feliz de ter escolhido a Pediatria.

Carreira

Fui diretor clínico do Hospital SAMI (Serviço de Assistência Médica à Infância) por 12 anos, chefe substituto da Clínica Pediátrica do HGF (Hospital Geral de Fortaleza) por 8 anos, plantonista da Emergência Pediátrica do Instituto Dr. José Frota, pediatra do Hospital da Base Aérea de Fortaleza e sou plantonista no Berçário do HGF há mais de 40 anos. Até ano passado, eu trabalhava todos os dias. Hoje eu atendo pela Cooperativa, sigo como plantonista no HGF, duas vezes por semanas. Não penso em parar de trabalhar. 

Cooperativismo

Ingressei na COOPED em 16 de janeiro de 1997, após receber o convite de alguns dos sócios fundadores desta entidade. Ser parte da COOPED é fazer parte de uma cooperativa médica e melhorar a qualidade dos nossos serviços profissionais visando um bom atendimento aos pacientes e onde cada cooperado contribui com sua parcela de trabalho em benefício de todos, além de se ter uma remuneração mais digna e justa. Com os resultados obtidos nos últimos anos, imagino (e com certeza verei) uma COOPED muito mais forte e unida, vencendo cada desafio a ela imposto (e que não são poucos). Sou do Conselho Fiscal da COOPED. Fui conselheiro fiscal por 3 anos, estando agora no 4º mandato anual.

Família

ary melo 001

Sou casado há 43 anos. Tenho a esposa e os filhos com que sonhei. Todos eles já com vôos próprios alçados. Só faltando mesmo alguns netos (tenho apenas um netinho) para completar minha felicidade. Tenho três filhos: Christian, Sabrina e Benício Neto.

Hobby

Faço coleções de cédulas. Tenho uma das maiores coleções do Brasil. Gosto de trocar, vender. Tenho cédulas de mais de 200 países, algumas raras de países e moedas que nem existem mais. E ainda quero ter mais algumas que ainda não consegui ter, como a Balboa do Panamá.

Realização

Na minha idade, praticamente realizei todos os meus sonhos, pois exerci (e exerço) esta nobre e divina profissão com a dedicação que me foi e é permitida. Esforcei-me ao máximo para tentar conseguir o cumprimento integral do que me foi imposto pelo Juramento de Hipócrates.

Anúncios

Um comentário sobre “50 anos dedicados à Pediatria

  1. Fatima David

    DR. Ary pessoa mais nobre e humane que conheço. Trabalhei para ele como atendente durante 4 anos aonde ele e família permitiram que eu fizesse parte de suas vidas particulares como amiga, hoje me considero um membro de suas famílias aonde fazem parte meu esposo e nossa filha a qual os chama e os consideram como TIOS. Não tenho palavras para descrever um HOMEM como Dr. Ary Melo para todos que o conhece com certeza ele é o melhor pediatra melhor amigo. Bravo Dr. Ary o senhor é o CARA e que Deus o abençoe com muita saúde paz harmonia por toda vida ao nosso lado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s